Skip to Store Area:

Empório Wicca

 

Itens de 1 até 15, total de 82

por página

Grade  Lista 

Definir Direção Ascendente

Itens 1 até 15 do total 82

por página
Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  6. ...
  7. 17
MayFolk - Colar Duplo com Pentagrama
R$26,50
Colar duplo com pentagrama. Produto artesanal. Saiba Mais
Sabão Ritual LIMPEZA COMPLETA
R$7,80
Sabão Ritual LIMPEZA COMPLETA.

Nacional

tablete com 50 gramas

Muito indicado para limpeza espiritual e preparo antes da pratica de rituais Saiba Mais

MayFolk - Gargantilha com Pentagramas
R$25,00
Gargantilha artesanal, by Mayfolk, em metal. Saiba Mais
Colar NÓ CELTA
R$32,50
Importado

Excelente qualidade

Linda Peça.

Nó com 6 cm de largura e 2,5 de altura Acompanha corrente. Pronto para usar e LINDO PARA PRESENTEAR! Saiba Mais

Pingente - Pentagrama Trançado
R$29,90
Pentagrama com cerca de 3cm. Resistente

Acompanha corrente

Excelente qualidade

Linda Peça. Saiba Mais

Pingente - Vassoura (cobre)
R$11,49
Com 5,8cm de comprimento . Na cor prata .

A vassoura tem sido associada com a magia, devido à sua forma, o uso em rituais de purificação e de seu parentesco com varinhas mágicas. E uma ferramenta doméstica comum e sagrada em todas as partes do mundo, as divindades da vassoura existe.

Na China, a deusa vassoura é Ch’ing Niang Niang ou Ch’ing-Niang. Conhecida como a Dama da vassoura. E um costume na China, quando a chuva dura muito tempo, ameaçando as culturas, os agricultores cortam imagens de vassouras em papel e cola em suas portas e cercas para trazer bom tempo e sol.

No México pré-colombiano, os astecas adoravam a deusa Tiazolteotl, que normalmente era representada carregando ou andando numa vassoura. Em seus ritos, os sacerdotes queimavam incenso e faziam vassouras de junco. Corujas, cobras, e a Lua também eram dedicadas a ela.

Nos velhos tempos, vários tipos diferentes de vassouras foram preparados para a magia. Não se deve usar a vassoura mágica na limpeza da casa. Você deve ter uma vassoura reservada somente para a magia e mais nada.

Existem muitas associações feitas entre vassouras e bruxas.Bruxas não voam em suas vassouras, Mas elas usam as vassouras para limpar suas casas das influências negativas. Relatórios de que as bruxas galopavam em vassouras durante suas danças rituais podem ter algum fundo de verdade, talvez isso fosse feito para abençoar a fertilidade de suas colheitas. Ainda hoje, pular a vassoura ainda é um ato realizado nos casamentos wiccans.

VASSOURA MÁGICA

Quando estiver limpando a casa, diga: “Eu varro trazendo dinheiro e sorte. Que varre para longe o mal e a pobreza.”

Não é sábio deixar uma cama vazia por muito tempo. Se você precisa viajar, coloque uma vassoura na cama, colocando as cerdas sobre o travesseiro. Isto guardará a cama contra o mal até que você retorne.

Se você tem pesadelos, você pode colocar uma vassoura debaixo da cama para varrer os sonhos ruins.

Nunca varra em direção a porta da frente. Se fizer desta maneira, você estará varrendo a sua sorte para fora.

Canção da Vassoura

Vassoura, vassoura longa e flexível Feita a partir das cinzas Amarrada com tiras de casca de salgueiro Na execução do escuro da lua Com um pentagrama E o fogo ritual é aceso Varre em círculo, deosil Varre o mal, varre a doença Circule a terra Faça a vontade da Senhora

Vassoura, vassoura, vassoura Varra a escuridão, varra a perdição Solo sagrado Livre-nos senhora De demónios, do vermelho do inferno Nos leve para sua terra verde Pelo riacho ou lareira

FOLCLORE Durante o Renascimento e nos tempos medievais, a crença de que as bruxas viajavam em vassoura aconteceu mais no continente europeu do que nas ilhas britânicas. Apenas uma vez essas vassouras foram mencionadas nos julgamentos de bruxas com o povo inglês. No entanto, a imagem de uma bruxa voando na vassoura tornou-se um estereótipo cultural popular.

Várias teorias explicam esta associação das vassouras com as bruxas:

– Vassouras são símbolos da domesticidade feminina, uma ferramenta de cada mulher, e as bruxas eram mulheres. Séculos atrás, era costume as mulheres colocarem suas vassouras nas chaminés ou deixá-las fora da porta da entrada da casa para mostrar aos vizinhos que ela estava fora de casa. Daí, foi um passo acreditar que as bruxas, supostamente.

– A associação entre bruxas e vassouras remonta aos tempos antigos, quando os pagãos realizavam ritos de fertilidade para fazer com que a agricultura fosse farta. Essas pessoas saltavam no alto das colinas, no ar e dançavam sob suas vassouras.

– A correlação entre vassouras e bruxas não foi perceptível até o final do século 16 e início de 17. Antes disso, as bruxas eram retratadas, montadas em pás, paus, forquilhas. Eventualmente, as bruxas eram mostradas na companhia de um ou mais demónios em formas de animais.

Segundo a lenda, as bruxas voavam em suas vassouras para o sabbats, às vezes levando junto demónios ou seus familiares nas formas de animais. Eles também montavam em suas vassouras para voar para o mar, a fim de levantar as tempestades. Dizia a lenda que os novatos, por vezes, caiam. Nas noites de festivais, moradores estabelecidos, pegavam suas foices para matar qualquer bruxas que caísse de suas vassouras. Os sinos das igrejas eram tocados, pois acreditava-se que tinham o poder de derrubar as bruxas de suas vassouras.

Uma bruxa famosa, escocesa do século 17, afirmou ter usado sua vassoura por uma razão atípica. Em vez de usá-la para voar, ela usou para enganar o marido. Antes de ir para um sabá, Isobel substituiu sua vassoura por ela mesma na cama. Ela disse que ele nunca soube a diferença, e que essa atitude poderia ter sido apenas um acontecido em seu casamento, do que uma confissão de bruxaria.

As vassouras também foram utilizados na magia do tempo. “Em Hamburgo, marinheiros, depois de labutar muito tempo contra um vento, outro veleiro em direção oposta, lança uma vassoura velha no mar, acreditando assim, reverter o vento. (fonte: http://www.astrologosastrologia.com.pt/blog/wicca/wicca-o-uso-da-vassoura-na-magia/) Saiba Mais

MayFolk - CAIXA PENTAGRANMA
R$43,25
MayFolk - CAIXA ARTESANAL COM APLICAÇÃO DE PENTAGRAMA.

Tamanho 12x12x8. Saiba Mais

Pingente - Triskle Rúnico
R$33,90
Importado

Triskle Rúnico com cerca de 3,5cm

Excelente qualidade

Linda Peça.

Saiba Mais

Bracelete Indiano
R$35,25
Importado: EUA

Fabricação: Índia

Bracelete em prata tibetana

com cerca de 2,2cm de largura. Saiba Mais

MayFolk - Black Dream Catcher - pq - penas
R$22,00
Black Dream Catcher (filtro dos Sonhos, coletor dos sonhos)

Produto Artesanal

by MayFolk Store

Quase todas as tribos de índios americanos há muitos anos já os incorporaram às suas tradições o uso dos dream catcher. E as lendas sobre eles correm por toda parte.

Embora hoje todas estas nações indígenas produzam seus próprios dream catchers, a história dos filtros começa com os índios Ojibwe (ou Chippewa).

A história dos dream catchers
Os sonhos desempenhavam um papel fundamental na vida dos Ojibwe. Para este povo que vivia na região dos Grandes Lagos americanos e que hoje também se espalha por outras regiões do Novo México, aprender a decifrar as mensagens reveladas nos sonhos era a tarefa mais importante que as pessoas tinham durante sua passagem pela Terra. Por causa disto, o dream catcher era uma ferramenta essencial.

O filtro de sonhos, como ficou conhecido em português, na verdade, não é um filtro, é uma teia. Os Ojibwe acreditam que, quando a noite cai, o ar se enche de sonhos, bons e ruins. Alguns destes sonhos, mesmo sendo pesadelos, podem conter uma mensagem importante do Grande Espírito para nós. Então, na verdade, estes sonhos são bons sonhos. Mas existem muitos outros sonhos e energias ruins flutuando à nossa volta e que não são nossos. Estes é que podem nos fazer mal. É justamente para separar estes sonhos e energias ruins que existem os dream catchers.

A tradição manda que as teias coloridas sejam penduradas sobre o berço dos bebês e a caminha das crianças. Os sonhos bons, sabendo exatamente aonde ir, conseguem passar pelo buraco central da teia, ao passo que os sonhos ruins ficam perdidos e acabam presos nos fios. Quando os primeiros raios de sol surgem, os sonhos maus desaparecem. Os círculos são feitos com ramos flexíveis de salgueiros e revestidos com tiras de couro.

Uma pena é colocada no centro, representando o ar ou a respiração, essencial para a vida. O bebê, observando a pena dançar ao vento, aprende uma lição sobre a importância do ar. Além disto, a pena de coruja, feminina, simboliza a sabedoria. A pena de águia, masculina, serve para dar coragem.

Para captar os sonhos dos adultos, os dream catchers são trançados em fibra e não com ramos de salgueiros. Por isso são mais resistentes.

Como a Aranha deu a teia de sonhos para os seres humanos
Existem muitas histórias relacionadas com aranhas e Mulheres-Aranhas entre as várias nações de índios americanos. Em muitas destas tradições, por exemplo, a Mulher-Aranha é um personagem fundamental e sábio, ora mensageira do Sol, ora avó do próprio Sol e organizadora da vida na Terra. Existem várias lendas relacionadas com os dream catchers. Esta que escolhemos é apenas uma das versões.

Uma aranha fiava sua teia próximo à cama da avó (Nokomi). Todos os dias ela observava a aranha trabalhar. Alguns dias depois, o neto entrou e, ao ver a aranha na teia, pegou uma pedra para matá-la. Mas a avó não deixou. O garoto achou estranho, mas respeitou o seu desejo. A velha mulher voltou-se para observar mais uma vez o trabalho do animal e, então, a aranha falou: "Obrigada por salvar minha vida. Vou dar-lhe um presente por isso. Na próxima Lua nova vou fiar uma teia na sua janela. Quero que você observe com atenção e aprenda como tecer os fios. Porque esta teia vai servir para capturar todos os maus sonhos e as energias ruins. O pequeno furo no centro vai deixar passar os bons sonhos e fazê-los chegarem até você.
Quando a Lua chegou, a avó viu a aranha tecer sua teia mágica e, agradecida, não cabia em si de felicidade pelo maravilhoso presente: "Aprenda", dizia a aranha. Finalmente, exausta, a avó dormiu. Quando os primeiros raios de sol surgiram no céu, ela acordou e viu a teia brilhando como jóia graças às gotas de orvalho capturadas nos fios. A brisa trouxe penas de pomba que também ficaram presas na teia, dançando alegremente e, por último, um corvo pousou na teia e deixou uma longa pena pendurada. Por entre as malhas da teia, o Pai Sol sorria alegremente. E a avó, feliz, ensinou todos da tribo a fazerem os filtros de sonhos. E até hoje eles vêm afastando os pesadelos de muita gente. Quem sabe não vai funcionar com você também?


Extraído do site Spiritual Network. Saiba Mais

Sabonete -- Sangue de Dragão
R$22,50
Importado dos EUA

Fragrância Suave

Barra com 100 gramas

TRAGA PARA SEU BANHO TODO O PODER DO SANGUE DE DRAGÃO.

O Sangue de Dragão é um dos pós mágicos mais poderosos que existem, sendo utilizado desde há séculos pelas suas propriedades protetoras.

O seu nome deriva da planta que lhe dá origem, o Dragoeiro, também chamada Árvore-Dragão ou Árvore-do-sangue, originário da Madeira, dos Açores, das Canárias e de Cabo Verde. É uma árvore de crescimento lento, mas muito duradoura, como o verdadeiro amor deve ser.

O Sangue de Dragão está ligado ao Elemento Fogo e é regido por Marte. Tem a força de um dragão imponente e por isso é utilizado para remover obstáculos e criar um escudo de proteção. Possui uma energia muito forte, com um poderoso efeito contra as forças do mal e do negativismo, neutralizando-as.

É muito utilizado para rituais de proteção no amor, na sexualidade e para aumentar o poder pessoal. Reza a lenda que quando é queimado ajuda a recuperar um amor perdido.

Atenção: antes de usar para o banho, teste em uma pequena região e aguarde por algumas horas para garantir que não é alérgico a algum ingrediente. Você deve adotar esse procedimento com todo e qualquer produto que você vai usar na sua pele tal como perfume, bato, maquiagem no geral. Saiba Mais

Pingente - Labris (labrys) - BRONZE
R$10,80
Com 4cm de comprimento. Peça ligada intimamente a Deusa. O labrys (em latim: λάβρυς; transl.: lábrys), também conhecido como machado da dupla lâmina, é um machado de dupla face simétrica, conhecido pelos gregos clássicos como pelekus ou sagaris [1] Também era usado como cetro pela deusa Deméter – Ártemis - deusa da Terra, e os rituais associados a deusa Demétria envolviam atos lésbicos. Uma teoria sugere que ele poderia ter sido utilizado originalmente na batalha das mulheres guerreiras citas. Outra teoria aponta que o machado é utilizado normalmente em muitas sociedades matriarcais. Ele era usado como símbolo apenas, e talvez como ferramenta, uma vez que sua cabeça pesada o faz impossível de manejar durante um combate. Atualmente é um símbolo lésbico, um dos mais conhecidos.[2] Saiba Mais
vela vela bicolor amarela e vermelha
R$2,25
vela bicolor amarela e vermelha Pavio especial. Tamanho tb especial, com cerca de 16cm. Valor unitário Saiba Mais

Itens de 1 até 15, total de 82

por página

Grade  Lista 

Definir Direção Ascendente

Itens 1 até 15 do total 82

por página
Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  6. ...
  7. 17

)O( Loja do Empório Wicca )O(